post-title CLÍNICAS HELDER FLOR NA SABER VIVER ONLINE http://www.clinicashelderflor.pt/wp-content/uploads/CLÍNICAS-HELDER-FLOR-NA-SABER-VIVER-ONLINE.jpg 2017-06-21 15:03:38 yes no Por

CLÍNICAS HELDER FLOR NA SABER VIVER ONLINE

Será que a acupuntura só trata a dor física? E as agulhas, que grossura têm? É verdade que provocam dor? Se ainda não experimentou esta terapia com receio de se magoar e de não sentir resultados tem mesmo de ler este artigo. Hélder Flor, especialista em Medicina Tradicional Chinesa, desmistifica e contrapõe algumas das ideias que mais dúvidas […]

Por

Será que a acupuntura só trata a dor física? E as agulhas, que grossura têm? É verdade que provocam dor? Se ainda não experimentou esta terapia com receio de se magoar e de não sentir resultados tem mesmo de ler este artigo. Hélder Flor, especialista em Medicina Tradicional Chinesa, desmistifica e contrapõe algumas das ideias que mais dúvidas suscitam!

A acupuntura existe há cerca de 4000 anos. Segundo a Organização Mundial de Saúde é “um método de tratamento complementar”, utilizado na medicina tradicional chinesa.

Embora já haja muitas pessoas a recorrer a esta terapia para tratar problemas físicos e até psicológicos, ainda há quem seja muito cética neste assunto. A fim de desmistificar vários mitos, Hélder Flor, especialista em Medicina Tradicional Chinesa, juntou seis pontos que a vão ajudar a compreender melhor a acupuntura.

 

 

1. A acupuntura e a dor: ao contrário do que se possa pensar, as agulhas utilizadas nas terapias não provocam dor. “A sua espessura, equivalente a dois fios de cabelo humano, em nada se assemelha à das habituais agulhas utilizadas, por exemplo, para retirar sangue. Por esse motivo, mesmo quem sente a picada inicial, deixa de ter qualquer reação em poucos segundos não sentido, na maioria das vezes, que tem uma destas agulhas no corpo.”

2. O efeito da acupuntura é apenas placebo: “Ainda que possamos considerar, como em qualquer outro tratamento, que quem acredita na sua eficácia consiga ter (ou acreditar que tem) melhores resultados, limitar os efeitos da acupuntura ao mesmo é bastante redutor.”  As investigações realizadas nos últimos anos demonstram inclusive que o cérebro liberta químicos como endorfinas (analgésicos naturais) na sequência dos tratamentos, que têm ainda diversos efeitos anti-inflamatórios no corpo.

3. A acupunctura vicia: “Todos gostamos de fazer algo que nos aumente a sensação de bem-estar. Não quer isso dizer que exista qualquer substância ou efeito viciante associado à acupuntura. Quanto muito, poderemos falar de pacientes crónicos que a prolongam no tempo, não por vício mas por necessidade.”

4. A acupuntura só trata dor física: “Embora seja verdade que a sua eficácia localizada e para dores físicas é enorme, também é uma ajuda preciosa no desbloqueio de várias patologias mentais, como o stress, a ansiedade, a depressão, entre outros.”

5. Não se reutilizam agulhas: “Ao contrário daquilo que várias pessoas ainda pensam, as agulhas utilizadas na acupuntura não são reutilizadas em nenhuma circunstância” (nos sítios recomendados). Cada especialista deve possuir agulhas devidamente embaladas, esterilizadas e estas têm de ser descartáveis, pois estamos a falar de um instrumento que entra em contacto com o sangue do paciente.

6. As agulhas introduzem substâncias no corpo: “Apesar de serem introduzidas na pele, estas não possuem qualquer tipo de substância injetável. A agulha, simplesmente, estimula uma zona nervosa do organismo e é por isso que tem efeitos. Esta é uma das perguntas que me fazem mais frequentemente em consulta.”

 

Artigo publicado na Revista Saber Viver (versão online):

http://www.saberviver.pt/acupuntura-seis-mitos-que-tem-de-saber/

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Open chat
Olá como posso ajudar?
Powered by